Maio, Mês de Maria

Maio é um mês muito especial na vida de todos: é o mês de Maria e o mês das mães.

A tradição começou porque maio, na Europa, maio está no “centro” da primavera. Lá, a

estação das flores começa em março e vai até junho.

E é interessante notar que, antes da primavera, vem o inverno. E, diga-se de passagem,

no hemisfério norte, passa-se de um inverno rigoroso, cheio de neve, árvores secas e uma

“aparente morte da natureza” para uma estação em que a vida renasce como que por milagre,

fazendo explodir o verde e as cores maravilhosas das flores de maio.

Os europeus vivem esta experiência de maneira muito mais dramática do que nós, que

vivemos no hemisfério sul. Aqui, a passagem do inverno para a primavera, ocorrida entre

setembro e dezembro, se dá de maneira bem suave e não tão gritante quanto no hemisfério

norte.

Por isso, compreendendo a natureza, vemos que é justo e belo dedicar o mês de maio a Maria,

a Mãe de Jesus, a Mãe da Vida Verdadeira. A nova Eva, como tão sabiamente os santos a

chamam.

Ela é a mãe que faz brotar a vida onde tudo parece morto. Ela é a Mãe através da qual a vida

nova, a vida verdadeira, cheia de cores, de vibração, de amor e de felicidade veio até nós.

Através do “Sim” de Maria, a humanidade viu a primavera de uma nova vida chegar e derreter

o frio do desamor e da falta de Deus. Maria é a Nova Eva.

Sim, Maria é a nova Eva. O nome “Eva” significa “Mae dos Viventes”. Vivente, para nós, é todo

aquele que recebeu a Jesus Cristo em seu coração, que O tem como Senhor e que vive o que

Ele ensinou. Este é um “vivente” porque tem a vida verdadeira que somente Jesus pode dar.

Por isso, Maria é a Mãe dos Viventes, a “Nova Eva”, aquela que trouxe uma primavera eterna

para dentro do coração dos que creem.

Para aquele que recebeu Jesus e o reinado de Deus em seu coração, a primavera será

sempre eterna dentro do coração. Claro, o inverno não deixará de vir uma vez a cada ano;

a dificuldade e o sofrimento também não deixarão de estar presentes. Porém, dentro do

coração dos que creem, haverá sempre, pelo menos, uma pontinha de primavera.

Por isso, maio é o mês de Maria. E, por ser o mês da primavera e das rosas (no Hemisfério

Norte), maio é também o mês do rosário. Rosário vem de rosas. Quando rezamos o terço ou

o rosário, oferecemos rosas a Nossa Senhora. Cada Ave-Maria é uma rosa oferecida à Mãe de

todas as mães.

É por causa de tudo isso que o mês de maio também é o mês das mães. É por isso que o dia

das mães acontece quase no meio do mês de maio: porque maio é o mês da Mãe de Todos e a

“Mãe de Deus”, Santa Maria. Um mês lindo para meditar, rezar e aprender.

Que neste mês de maio saibamos reconhecer a primavera de Deus que chega dentro de nosso

coração. Que Nossa Senhora interceda por nós a grande graça de reconhecer as flores e os

sinais da vida de Deus que brotam dentro de nosso coração.

E que nesse mês de maio, além de lembrarmos de nossas mães, presentes neste mundo ou já

na casa do Pai, lembremos também de nossa eterna mãe Maria e ofereçamos a ela o presente

que ela mais deseja receber: um coração voltado para Jesus, seu filho, e as rosas que ela tanto

gosta: as Ave-Marias que fazem nosso coração chegar mais perto de Jesus.

Se rezarmos, pelo menos uma dezena do terço em família, estaremos dando uma grande

alegria a Nossa Senhora e estaremos colocando um sinal de primavera dentro de nossos

corações.


 

Vicente AbreuDiretor de programa e roteirista na Tv seculo 21.
Criação, roteiro e direção, dramaturgia e campanhas.
Ensino superior: PUCCamp Campinas Filosofia e Teologia
Google Plus

 

Share Button

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos com * são obrigatórios