A Sagrada Família

Uma família simples, humilde, modesta mudou o mundo!

Impressiona-me que Deus não poupou a Sagrada Família pelo fato de ela ter abrigado o Filho Unigênito. Em outras palavras: mesmo tendo abrigado Jesus, o Filho de Deus, a Sagrada Família não foi poupada de sacrifícios e grandes dificuldades.

A começar pela gravidez de Maria. Quando engravidou, ela estava noiva de José. Juridicamente pertencia a ele como esposa, mas estavam no período de noivado em que não podiam coabitar. A coabitação só acontecia depois da cerimônia de casamento, normalmente um ano após o noivado.

Para José, deve ter sido traumático descobrir uma gravidez naquela que lhe parecia tão pura e santa. E, para Maria, como explicar a seu noivo que o filho em seu ventre vinha de Deus? Somente uma intervenção celeste para esclarecer e pacificar o coração bondoso de José.

E foi o que aconteceu. Um anjo lhe apareceu e revelou a verdade. Imediatamente, José recebeu Maria como sua esposa, adiantando a festa de casamento. Por causa disso, é possível que o casal santo tenha sido vítima de julgamentos equivocados e até maldosos por parte da aldeia de Nazaré, então, com uns quinhentos habitantes. Jesus, certamente, foi a força de que precisavam para superar tudo isso.

Depois, esta família santa teve que enfrentar uma viagem de mais de 250 km de Nazaré até Belém, por causa do recenseamento imposto pelos romanos. Maria estava no fim de sua gravidez. Imagine: enfrentar uma viagem dessas no lombo de um jumento, com quase nove meses de gravidez! E José foi a pé!

Como se não bastasse, em Belém não encontraram hospedagem e tiveram que ficar num estábulo. Ali, Jesus nasceu, em meio aos animais, na total simplicidade, sem luxo, mas, também, sem miséria. Eles tiveram tudo de que precisaram. Os animais forneceram o calor e o aconchego naquela noite fria.

Depois, sofreram a perseguição de um rei louco e poderoso, Herodes. Por causa disso, tiveram que partir para uma terra estranha, o Egito. Enfrentaram uma viagem mais difícil ainda, com um recém nascido. Partiram para um país estranho, com uma língua estranha, costumes estranhos e religião estranha. Lá, permaneceram por quatro anos. Depois, autorizados pelo anjo, voltaram para Nazaré.

A Sagrada Família, porém, mesmo passando por todas as dificuldades, mudou o mundo. José e Maria conseguiram cuidar, proteger e formar o Menino Jesus fazendo dele um homem perfeito. José cumpriu seu papel de pai magnificamente. Maria também cumpriu seu papel de mãe maravilhosamente. Prova disso é o homem maravilhoso que foi Jesus.

E Jesus, por sua vez, também cumpriu seu papel de filho: “Jesus desceu com seus pais para Nazaré e lhes era submisso. Sua mãe guardava todas estas coisas no seu coração”. (Lucas 2, 51)

E a Sagrada Família não teve só dificuldades. Ela teve muito mais felicidades. Estando com Jesus, as dificuldades se tornavam relativas e pequenas. A graça de ter aquele menino por perto, como um Filho amado, superava qualquer dificuldade.

Esta é uma das grandes lições da Sagrada Família para todos os tempos: a família que tem Jesus em seu seio não deixa de passar por dificuldades, mas supera todas elas. A presença do Filho de Deus numa família é a chave para a felicidade.

Quando Jesus está presente as feridas familiares cicatrizam mais depressa, o perdão é mais praticado, a misericórdia e a compaixão ajuda cada membro compreender que todos temos defeitos, somos fracos, sujeitos a quedas e fracassos. Porém, com Jesus, podemos nos levantar mais rapidamente, as relações podem ser restauradas e o amor sempre vence.

Que a Sagrada Família interceda por todos nós a graça da cura e da restauração de nossas relações familiares. E se, por acaso, você estiver sem família “pelos laços de sangue”, que ela interceda para você a graça de pertencer a uma família pelos laços do amor. Esta é a verdadeira família da qual todos nós precisamos.

Medalha de São José        Medalha de São José        Medalha de São José

Clique aqui para ver todas as maravilhosas medalhas da Sagrada Familia

 


 

Vicente AbreuDiretor de programa e roteirista na Tv seculo 21.
Criação, roteiro e direção,  dramaturgia e  campanhas.
Ensino superior: PUCCamp Campinas Filosofia e Teologia
Google Plus

 

Share Button

One Response to A Sagrada Família

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos com * são obrigatórios